Menu Principal


FETRANS realiza I Seminário Programa Despoluir de Sustentabilidade & Transporte 2017

voltar

A FETRANS (Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão) realizou, na manhã desta terça-feira (21), o I Seminário Programa Despoluir de Sustentabilidade & Transporte 2017 – Gestão Hídrica: Inovação e Tecnologia, no Auditório do SEST SENAT Fortaleza. O evento reuniu empresários, gestores, executivos, transportadores, ambientalistas, políticos, estudantes e trabalhadores em transporte para apresentar os avanços tecnológicos na área ambiental, aprofundar os fundamentos técnicos sobre Gestão Hídrica em seus diversos aspectos e propiciar aos participantes um debate construtivo de ideias e ações criativas na busca por soluções ambientalmente sustentáveis, visando à construção de um futuro promissor.

 Para isso, um dos momentos ápices do Seminário foi a apresentação da Pesquisa Sondagem CNT e Manual de Gestão Hídrica pela Coordenadora de Projetos Especiais da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Monique da Silva dos Santos, apontando um exemplo de ação prática com resultados positivos: o de sistemas de reuso de água em empresas de transporte por meio da Gestão Hídrica. Autoridades de diversas entidades e de diferentes áreas de atuação contribuíram com o Seminário expondo as ações em prol do meio ambiente e do uso racional da água e os respectivos cenários de suas organizações. Águeda Muniz (SEUMA), Ubirajara Patrício (COGERH), Dimas Barreira (Sindiônibus), Mário Albuquerque (Sinterônibus, FETRANS e CTTMU – da OAB/CE) e Carlos Adller (Cagece) participaram de um debate sobre a questão hídrica no Ceará, expondo a realidade atual e iniciativas que estão sendo realizadas em relação à utilização sustentável da água.

 O evento também contou com a apresentação dos resultados do programa Despoluir – Programa Ambiental do Transporte – promovido nacionalmente pela CNT e conduzido regionalmente pela FETRANS – pelo Coordenador do Núcleo Socioambiental da FETRANS, Marcelo Brasil. Além disso, o Seminário reuniu empresas vencedoras da edição 2017 do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar, realizado pela Federação como forma de estimular a cultura ambiental e de sustentabilidade entre empresários e trabalhadores em transporte. Representantes das empresas Auto Viação Dragão do Mar, Vitória, Expresso Guanabara, Transportes Urbanos Aliança e Daniel Transportes participaram de um painel compartilhando algumas de suas experiências em Gestão Hídrica e outras práticas sustentáveis.

 “Atenta à construção de um futuro mais viável, a FETRANS tomou a iniciativa de trazer à discussão uma das mais relevantes temáticas do meio social atual: a Gestão Hídrica. Fizemos questão de convidar representantes dos mais diversos setores para um debate com opiniões e experiências advindas de percepções e realidades distintas”, explicou o vice-presidente da FETRANS, Frederico Lopes, em relação à realização do Seminário. “Felizmente, o setor de transporte tem uma comprovação de que o uso racional e inteligente da água rende resultados bastante positivos. A frota brasileira é composta de mais de 180 mil ônibus e, a cada lavagem total da frota, são utilizados aproximadamente 63 milhões de litros de água. De acordo com estudo da CNT, os projetos já implementados nas organizações estudadas pela Confederação garantem uma economia de 32 milhões de litros de água (50,6% do total gasto) a cada ciclo de lavagem de todos os ônibus”, finalizou Lopes.

Fonte: Fetrans
 


Rodapé